sábado, 24 de junho de 2017

GOVERNO PODRE - REPROVAÇÃO DE MICHEL TEMER É A MAIOR ENTRE PRESIDENTES DESDE SARNEY



PESQUISA DATA-FOLHA COMPROVA QUE BRASIL QUER TEMER FORA, OU FORA TEMER.

AVALIAÇÃO EM QUEDA VERTIGINOSA

2,7 é a nota média do governo, de zero a dez

O governo Michel Temer (PMDB) é considerado ótimo ou bom por apenas 7% da população, a menor marca registrada pelo Datafolha em 28 anos. Somente José Sarney (PMDB) ficou abaixo desse patamar, com 5% em setembro de 1989, em meio à crise da hiperinflação.

Desde que veio a público a delação da JBS, que jogou o presidente no centro da crise política nacional, a impopularidade do peemedebista aumentou. Hoje sua gestão é considerada ruim ou péssima por 69% do eleitorado e regular por 23%. 

Na comparação, em setembro de 1989, Sarney chegou a 68% de ruim ou péssimo e 24% de regular. 

O novo levantamento do Datafolha, feito entre quarta-feira (21) e esta sexta-feira (23), com 2.771 entrevistados, mostra Temer com a avaliação em queda. 

Dois meses atrás, a sua taxa de ruim e péssimo estava em 61% e a de ótimo ou bom, em 9%. Aqueles que o consideraram regular somavam 28% no final de abril. 

FONTE: DATA FOLHA

quarta-feira, 21 de junho de 2017

GOVERNO DE MICHEL TEMER E O DESCARAMENTO DA BARGANHA DE VOTOS POR NOMEAÇÕES POLÍTICAS


É O MAIS ESCANCARADO E VERGONHOSO TOMA LÁ DA CÁ DE QUE SE TEM CONHECIMENTO NA HISTÓRIA RECENTE DA REPÚBLICA

Todos nós sabemos que existem interesses RASTEIROS nas NOMEAÇÕES de indicados por POLÍTICOS para assumirem cargos comissionados ou secretarias e ministérios, nos governos dos ESTADOS, MUNICÍPIOS E UNIÃO.

MAS, a forma ACINTOSA, ESCANCARADA, DESLAVADA e PROMÍSCUA, como os atuais ocupantes do PALÁCIO DO PLANALTO conduzem essas NOMEAÇÕES ou EXONERAÇÕES, não tem comparação com NADA QUE JÁ SE TENHA VISTO.

EXEMPLAR é o que vemos agora, quando do VOTO contra o PARECER DA REFORMA TRABALHISTA, proferido na Comissão de Assuntos Sociais do Senado, pelo Senador Helio José (PMDB/DF). 

Em pouco mais de 12 horas, o PLANALTO EXONEROU dois INDICADOS / PROTEGIDOS do Senador, como RETALIAÇÃO A JATO, e AVISO a outros que TENDO ESSAS RELAÇÕES PROMÍSCUAS com o GOVERNO, de que, também perderão as BOQUINHAS de seus AFILHADOS, caso NÃO VOTEM COMO O PRESIDENTE E SUA TURMA QUEREM.

VERDADEIRO ATESTADO de que a ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA NO GOVERNO TEMER, é, puro BALCÃO DE NEGÓCIO, DE ACERTOS, DE CONCHAVOS, e que MUITOS dos que ocupam determinadas FUNÇÕES e CARGOS NO GOVERNO FEDERAL, lá só estão, por TROCAREM seus PADRINHOS, FAVORES COM O GOVERNO.

É A ESSE GOVERNO PORCO, SUJO, IRRESPONSÁVEL, CLIENTELISTA E DESAVERGONHADO, que os "MERCADOS E OS AGIOTAS" ainda insistem em SUSTENTAR, sob a FALÁCIA de que é preciso fazer REFORMAS.

VEJA O FATO / VÍDEO



Após derrota da reforma trabalhista, Planalto exonera dois aliados do senador Helio José

POR PAINEL/ FOLHA.COM

A jato O Diário Oficial desta quarta-feira (21) trouxe a exoneração de dois apadrinhados do senador Helio José (PMDB-DF) na administração federal. Vicente Ferreira perdeu o cargo de diretor de Planejamento da Sudeco (Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste). Francisco Nilo, por sua vez, deixou a superintendência do DF da Secretaria do Patrimônio da União.

Crime e castigo 

Os dois aliados do senador souberam da demissão quando chegaram para trabalhar. Os cortes foram determinados pelo Planalto depois que Helio José votou contra a aprovação da reforma trabalhista na CAS (Comissão de Assuntos Sociais), nesta terça (20).

terça-feira, 20 de junho de 2017

ISENÇÕES FISCAIS NO "ATACADO" - GOVERNO PEZÃO CONTINUA BENEFICIANDO EMPRESAS.

A MATÉRIA É DO SITE UOL DE SÃO PAULO


O governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) autorizou, por meio de decretos assinados em 2 de junho, incentivos a três empresas do setor atacadista. Uma delas, a Mix Certo Distribuidora de Cosméticos, Alimentos e Limpeza Ltda, pertence a um dos dirigentes da Aderj (Associação dos Atacadistas e Distribuidores do Estado do RJ), grupo que atuou junto ao governo do Estado no processo que desentravou a concessão de novos incentivos. Parte interessada, a Aderj colaborou como "amicus curiae" --"amigo da Corte", na linguagem jurídica-- no vitorioso recurso submetido pela Procuradoria-Geral do Estado à 17ª Câmara Cível


É tudo tão escandaloso e vergonhoso, e mesmo assim, apesar de proibições e nova regulamentação, o governo PEZÃO prossegue na sua linha de abrir mão de receita, aceitando incluir novas empresas no RIOLOOG.



Secretário de Pezão, Christino Áureo (Casa Civil) posa ao lado de dirigentes do ramo atacadista: o presidente da Aderj, Hélio Castor Maciel (à esquerda); e o presidente da Abad, Carlos Eduardo Severini (à direita).


A matéria do UOL mostra que uma empresa do RAMO ATACADISTA, auxiliou o GOVERNO DO ESTADO, e entrou como parceira em AÇÃO na JUSTIÇA contra a PROIBIÇÃO de NOVAS CONCESSÕES DE ISENÇÕES FISCAIS.

Tão logo a JUSTIÇA CONCEDEU UMA LIMINAR, SUSPENDENDO A PROIBIÇÃO DE NOVAS ISENÇÕES, o governo beneficiou a referida empresa.

Os números da MATÉRIA são espantosos. 

Segundo relatório do TCE, que ENCAMINHOU VOTO PELA REJEIÇÃO DAS CONTAS DO GOVERNO PEZÃO em 2016, o Rio de Janeiro, de forma DESCONTROLADA, desde o governo de Sérgio Cabral (PRESO EM BENFICA-1), até hoje no governo de Fernando Pezão (QUE CONTINUA SOLTO) algo em torno de 219 BILHÕES EM BENEFÍCIOS FISCAIS foram concedidos, sendo que de forma DIRETA, R$ 58 bilhões DEIXARAM EFETIVAMENTE DE ENTRAR NOS COFRES PÚBLICOS.

quinta-feira, 15 de junho de 2017

CARRÕES DE LUXO E SALÁRIO DE FOME. DESIGUALDADE BRUTAL NO BRASIL

o Crossover X4 da BMW é o carro nacional mais caro do Brasil. Classificado pela marca como SAC (Sport Activity Coupé), o X4 ultrapassa os R$ 374 mil na versão topo de linha

COM O VALOR DE UM DELES, ESSA "FEIURA AÍ DA FOTO", o brasileiro que ganha salário mínimo, precisaria juntar, sem gastar TOSTÃO, 30 ANOS de seu salário para comprar o BMW. 

E como tem LADRÃO e ASSALTANTE abeça espalhado pelo Brasil (NÃO É SÓ EM BRASÍLIA), ia precisar de mais alguns anos para poder pagar o SEGURO CONTRA ROUBO.

Isso sem falar em IPVA, VISTORIA...

É irmão, vamos nós de TREM ou BUSÃO.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

PSDB SE ACERTA COM PMDB - O MURO DA FALTA DE VERGONHA


A NEGOCIATA É SIMPLES. O PSDB CONTINUA APOIANDO O DESGOVERNO DO INSEPULTO MICHEL TEMER, EM TROCA, O PMDB NÃO VOTA PELA CASSAÇÃO DE AÉCIO NEVES NO CONSELHO DE ÉTICA ??? DO SENADO, E EM 2018, TODOS OS DELATADOS, INDICIADOS, ACUSADOS E ATÉ RÉUS DO PMDB, VÃO APOIAR GERALDO ALCKMIN PARA PRESIDENTE.

SE ELEITO, ALCKMIN RETRIBUIRÁ COM MINISTÉRIOS E CARGOS, AOS HOJE ACUSADOS DOS MAIS GRAVES CRIMES DE CORRUPÇÃO NO PAÍS.

E TUDO CONTINUARÁ COMO SEMPRE FOI !

LEIA + AQUI

Senador afastado luta pela sobrevivência política, e governador visa à eleição presidencial ano que vem
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...